Para você

TESTES COVID ● Quais as diferenças entre eles?

Controlar e entender a transmissão do Coronavírus se torna um desafio para os especialistas e pode gerar dúvidas em muita gente. Venha entender as diferenças entre os testes e qual o mais eficaz de acordo com a situação!

O Covid-19 tomou proporções inesperadas na vida de todos e na corrida de informações, fomos assolados por achismos e descrenças. O aumento de casos e necessidade de se realizar uma testagem mais ágil e eficaz levou ao surgimento de dúvidas como: Qual é o melhor exame? Todo os testes são seguros e confiáveis?
Estas e outras, o Achouu responde!

     | Tipos |
Existem, atualmente, três tipos de testes para detectar o novo Coronavírus mas mais do que tê-los em mãos, é preciso atenção a hora certa de aplicá-lo.

As possibilidades são:
RT-PCR, teste por PCR para coronavírus
Teste sorológico (IgA, IgM e IgG)
Teste rápido (IgM e IgG)

Os testes são feitos a partir da coleta de uma amostra de secreções nasais, da garganta ou de sangue e é a orientação médica que conduz a melhor escolha, de acordo com o estágio da doença presente.

Teste por PCR para coronavírus
O RT-PCR é um exame de referência para a identificação do vírus e confirmação da Covid-19, é o mais confiável para a detecção.
Ele é realizado nas suspeitas iniciais da doença (entre o 3º e o 7º dia após o início dos sintomas), quando o indivíduo possui uma grande quantidade do vírus Sars-CoV-2. A coleta é feita a partir de swabs (cotonetes) de nasofaringe (nariz) e orofaringe (garganta), ou seja, com a introdução gentil de cotonetes no nariz e na garganta do paciente para a coleta de muco dessas regiões.

Teste Sorológico
Enquanto o RT-PCR deve ser realizado no início da doença, os testes sorológicos são feitos a partir da segunda semana, quando a quantidade de vírus diminui progressivamente e o indivíduo produz anticorpos contra o vírus, principalmente das classes IgG e IgM. Diferentemente do RT-PCR, o sorológico detecta anticorpos (IgA/IgM/IgG) ao invés do vírus.
O teste é feito pela coleta de sangue, pelo menos 14 dias após o primeiro sintoma, com uma resposta em torno de 2 a 3 dias. O resultado sendo negativo ou não-reagente, o médico ainda pode solicitar uma nova coleta pois nem todas as pessoas que foram infectadas pelo novo coronavírus chegam a desenvolver anticorpos detectáveis pelos testes sorológicos.
Assim, é possível que haja relatos onde o teste RT-PCR deu positivo e o sorológico deu negativo, principalmente em situações em que o infectado apresenta sintomas leves ou seja assintomático.

Teste rápido
O teste rápido (IgM/ IgG) detecta se o organismo já produziu os anticorpos depois da infecção pelo vírus, trazendo o status imunológico como um guia para uma possível exposição ao vírus. Eles são menos confiáveis que os demais e podem apontar falsos negativos.
A partir de uma amostra de sangue total ou soro, pequenas punções nas polpas digitais (como os exames de glicemia) ou coleta de sangue por punção venosa, o exame é coletado e o resultado sai entre 10 e 30 minutos. São normalmente realizados a partir da segunda semana da doença e costumam detectar a infecção muito tardiamente no curso da doença, podendo diagnosticar a presença da Covid-19 efetivamente somente em fases de recuperação.

     | Eficácia |
Entender as diferenças entre cada teste e sua função é essencial para compreender a eficácia de cada um. Para reduzir o risco de resultados de exames que não expressem a realidade do paciente, consideramos:
testes com bom desempenho, isto é, que sejam sensíveis (detectem o vírus ou os anticorpos quando eles realmente estão presentes) e específicos (confirmem a ausência do vírus ou dos anticorpos quando eles realmente estão ausentes);
conhecer a prevalência da Covid-19 no país e região;
conhecer a evolução da doença realizando o teste no momento em que as chances de um resultado positivo são maiores.

Outros fatores como a carga viral, a resposta imune do hospedeiro, o uso de medicamentos imunossupressores ou doenças imunossupressoras também podem interferir nesses resultados e levar a falso-negativos. Também é possível ter resultados falso-positivos por reação cruzada com outros coronavírus ou outras infecções, além de problemas técnicos na execução do exame.
Todos os exames laboratoriais tem suas limitações e precisam de interpretação médica. Por isso, é necessária a correta solicitação e interpretação dos resultados por um especialista.

O teste de Covid-19 deve ser feito apenas em pessoas que apresentem sintomas do novo coronavírus e é preciso reforçar diariamente os cuidados quanto ao uso de máscaras, uso de álcool em gel 70%, evitar aglomerações, manter o distanciamento social, mínimo 1,5-2 metros entre as pessoas e o isolamento social quando apresentar sintomas da doença.

Cuidar de si, é cuidar dos outros e do futuro! Conte com o Achouu para compras em farmácia e receba na segurança da sua casa.

 

Achouu, nosso negócio é ajudar você a cuidar da sua saúde

Deixe seu comentário

*Analisaremos seu comentário antes de exibí-lo no site.

Veja também