Para você

COLESTEROL ● 6 mitos e verdades

Presente nos nervos, pele, intestino, cérebro, fígado, músculos e coração, o colesterol é uma gordura essencial para o funcionamento do nosso corpo, mas que em excesso pode provocar a obstrução de vasos sanguíneos, aumentando o risco para infarto e outras doenças cardiovasculares. Veja agora mitos e verdades sobre o colesterol na sua alimentação!

     | Contextualizando |

O colesterol tem papel importante no equilíbrio do funcionamento do nosso organismo, o usamos para produzir diversos hormônios, vitamina D e ácidos biliares que ajudam na digestão da gordura. De 70% a 80% do colesterol que precisamos são produzidos naturalmente por nosso corpo, mas entre 20% a 30% vêm da dieta que seguimos e se dividem em dois tipos: o LDL colesterol, chamado de "mau", e o HDL colesterol, chamado de "bom".

O mau colesterol promove o depósito da gordura nas paredes das artérias e corresponde a 75% do total do colesterol em circulação. Quanto maior o LDL, mais riscos de problemas cardiovasculares.
O bom colesterol transporta o colesterol das células para o fígado, eliminando-o pela bile e fezes. Este HDL fornece proteção e se o nível for baixo, o risco de doenças cardiovasculares aumenta.

Eles são encontrados nos alimentos de origem animal, que são ricos em gorduras do tipo saturada. Isso significa que o colesterol está presente em todas as carnes e seus derivados, nos frutos do mar, na simples gema de ovo, no leite e seus derivados, mas não se limita por aí!
Seguindo os alimentos ricos em gordura saturada, o colesterol também está nos alimentos industrializados como bolos, biscoitos, chocolates, tortas, sorvetes, e nos alimentos vegetais como coco, banha de coco, azeite de dendê.
Fica fácil entender como estas gorduras atingem altos níveis em nosso organismo e geram preocupações de saúde para muita gente, por estarem tão presentes na nossa alimentação.

O excesso de colesterol (hipercolesterolemia) pode se dar em diversas partes do organismo e acarratarem em diferentes problemas: quando depositado nas paredes das artérias, gera um processo conhecido como arteriosclerose, quando nas artérias coronárias, pode ocorrer angia (dor no peito) e infarto do miocárdio, e quando ocorre nas artérias cerebrais pode provocar um acidente vascular cerebral (derrame).

Noticia boa: alimentos de origem vegetal não contêm colesterol.
Notícia ruim: não é possível identificar um alto nível de colesterol com sintomas pontuais, e o primeiro sinal pode ser um ataque do coração. A única forma de saber é através de exames de sangue.

O tratamento e controle do colesterol alto se dá através de uma alimentação balanceada, da perda de peso (em caso de obesidade) e na prática de exercícios físicos; todos com acompanhamento médico. Em casos em que se observa uma não diminuição dos níveis, poderá ser administrado medicamentos redutores de colesterol sob preescrição médica.
Estes tratamentos, em muitos casos, devem ser mantidos por tempo indeterminado.

As gorduras insaturadas podem ajudar a diminuir os níveis de colesterol sanguíneo, mas por serem muito calóricas e engordarem, devem ser consumidas com cuidado. Estas estão presentes nos óleos vegetais (oliva, canola, soja, milho, girassol), nozes, avelãs, abacate e margarinas.

Agora que você entende como são, onde estão e como procedem no nosso organismo, vamos aos mitos e verdades!

     | Mitos e verdades |

1 ● Somente obesos tem problemas com colesterol
MITO. Pessoas magras também podem apresentar níveis elevados! Os problemas com colesterol se dão em qualquer alimentação desequilibrada e exageradamente gordurosa. Além disso, histórico familiar de colesterol alto e algumas doenças, como diabetes, hipotireoidismo e síndrome de Cushing, podem aumentar o colesterol no organismo.

2 ● Água com limão ou com berinjela ajudam a diminuir o colesterol
MITO. Estas bebidas auxiliam com a sensação de saciedade mas não há nenhuma comprovação científica que demonstre o impacto da água com limão e da água de berinjela na redução do colesterol.

3 ● Dietas que “cortam” carboidratos podem aumentar o colesterol
VERDADE. Esta pode surpreender muitos mas também é uma equação simples: dietas saudáveis devem conter todos os nutrientes (carboidratos, proteínas e gorduras). O corte de algum destes nutrientes gera uma tendência de aumentar o consumo de proteínas e gorduras e claro, o resultado não poderia ser diferente.

4 ● Óleo de coco diminui o colesterol e ajuda a emagrecer.
MITO. Quem busca por uma vida saudável certamente já ouviu esta promessa, que cai como um alerta. O óleo de coco tem aproximadamente 90% de gordura saturada, ou seja, aquela que pode aumentar o nível de colesterol ruim e por si só, não tem a capacidade de auxiliar no emagrecimento.

5 ● Colesterol alto é fator de risco para outras doenças
VERDADE. A hipercolesterolemia (excesso de colesterol no sangue) já é uma doença em si e este nível elevado favorece o desenvolvimento da aterosclerose, que se caracteriza pela deposição e acúmulo de gorduras nas artérias e no aumento no risco de ocorrer eventos isquêmicos centrais e periféricos. Acidente vascular encefálico, infartos agudos do miocárdio, doenças vasculares obstrutivas periféricas podem encontrar uma oportunidade em altos níveis de colesterol.

6 ● Somente alimentos fritos aumentam o colesterol
MITO. As frituras caseiras geralmente usam óleo de soja por ser mais acessível à população e é rico em gorduras poli-insaturadas, cujo efeito na hipercolesterolemia não é negativo. Quem influencia no aumento é o o tipo de preparo e origem da fritura.

De acordo com dados do DataSUS, em 2017 ocorreram 358 mil mortes causadas por doenças do aparelho circulatório no Brasil. Significa dizer que um a cada três óbitos tem como causa problemas cardiovasculares e se o alto nível de colesterol é um grande influenciador, é preciso que estejamos atentos.

Mantenha uma rotina de exercícios e uma alimentação balanceada! Os exercícios são uma forma de aumentar o HDL e a reduzir o LDL, perder peso e controlar a pressão arterial e, uma alimentação balanceada é necessária para uma vida melhor, além de evitarem níveis expressivos de nutrientes possívelmente nocivos.

Aqui no blog, você encontra conteúdos que irão lhe auxiliar na busca pela mudança de hábitos e sempre que precisar de produtos em farmácia, conte com o Achouu.

 

Achouu, pra quem não tem tempo a perder.

Deixe seu comentário

*Analisaremos seu comentário antes de exibí-lo no site.

Veja também