Para você

CARBOIDRATO ● Vilão ou mocinho?
→ 7 MITOS E VERDADES

Quem nunca ouviu que para emagrecer, é preciso “cortar” ou diminuir o consumo de carboidratos? Eles estão tão presentes na nossa alimentação diária que dietas “zero carbo” podem se tornar um grande desafio para quem quer reeducar sua alimentação e perder uns quilinhos mas, até que ponto eles são vilões do nosso cardápio?

Partimos do princípio:

Quais as funções dos carboidratos no nosso organismo?
Eles são responsáveis por liberar glicose, fornecer energia para as células. São a primeira fonte de energia celular e fazem a manutenção metabólica glicêmica para que o corpo continue funcionando bem.
Assim como as proteínas e gorduras, essenciais para uma dieta equilibrada, o macronutriente também precisa estar presente.

Veja agora algumas teorias comuns em torno dos carboidratos, que não são tão ruins assim!

1 ● Comer carboidratos a noite engorda
PARCIALMENTE VERDADE. Isso porque os especialistas afirmam que qualquer refeição feita na parte da noite, quando entraremos em repouso, pode engordar mas do que durante o dia.
Isso porque os nutrientes ingeridos se transformarão em energia acumulada e não haverá tempo para gastá-la. Para contornar essa questão, consuma carboidratos pela manhã ou durante o dia, quando você ainda está em movimento.

2 ● Carboidratos saudáveis? Não existem!
MITO. Você sabia que muitos alimentos não vir a serem considerados carboidratos, mas possuem o macronutriente em sua composição? As frutas, inhame, cará, mandioca, milhos e cerais são exemplos disso.

3 ● A farinha branca é o pior carboidrato
PARCIALMENTE VERDADE. A farinha branca pode até entrar como culpada no tribunal, mas o açúcar é seu cúmplice: isso porque ambos passam por um processamento químico que os afastam de uma alimentação saudável.
O açúcar ainda traz o efeito viciante e nenhum nutriente; quanto mais você come, mais vai querer.

4 ● O consumo de carboidratos é fundamental para pessoas que treinam regularmente
VERDADE. Justamente por uma das principais funções ser o fornecimento de energia para o organismo, eles potencializam a execução adequada do treino e são muito importantes na alimentação de atletas.

5 ● Alimentos com carboidratos são mais calóricos
MITO. Quando se fala em calorias, as gorduras ainda são mais perigosas porque enquanto 1g de carboidratos possuem 4 calorias, 1g de gordura possuem 9 calorias!

6 ● Só dá pra emagrecer se cortar o carboidrato
MITO. Dietas restritivas podem ser efetivas para a redução do peso a curto prazo, mas quando a busca é por uma reeducação alimentar, o consumo dos carboidratos faz parte de uma alimentação equilibrada e saudável.

ALERTA: A restrição desse macronutriente durante um longo período pode levar a dores de cabeça, mau hálito e alterações de humor. O consumo ainda, é importante também para a produção de seretonina, hormônio responsável pelo bem-estar.

7 ● Se é integral, não engorda
MITO. O cuidado com os alimentos integrais deve ser o mesmo porque a diferença está somente no processo de refinamento, pelo qual os integrais não passam e preservam as fibras. Isso significa que o valor calórico não é alterado!

Você consegue perceber agora como os carboidratos não são de todo mal ou ainda, o líder no esquadrão de vilões da alimentação?

A dica é que para uma alimentação saudável não é necessário deixar de lado pães e massas. Você pode, por exemplo, fazer um bolo com farinha integral, adoçar com açúcar mascavo ou mel e acrescentar frutas, castanhas... Tudo depende da porção consumida e como é a composição desse alimento.

Lembre-se que quando o assunto é carboidratos há um leque muito grande entre açúcares livres, carboidratos complexos refinados, o açúcar natural dos alimentos, os carboidratos complexos naturais dos alimentos... Algo que a maioria dos estudos não leva em consideração ao avaliar a alimentação dos participantes.

O bem-estar mais profundo é aquele que equilibra a alimentação e a mente e por isso, é preciso um olhar mais leve sobre as necessidades naturais do seu corpo.

 

Achouu, nosso negócio é ajudar você a cuidar da sua saúde.

Deixe seu comentário

*Analisaremos seu comentário antes de exibí-lo no site.

Veja também